sábado, 14 de julho de 2007

Existências

Existências!

Segmentos de rectas

que se cruzam no espaço

de um existir.

Convergem para outros

pedaços de existências.

E cruzam-se e entrecruzam-se.

Desencontros, linhas paralelas

que nunca se tocam.

E de novo a solidão.

Segmento de recta,

só, simplesmente só,

num universo de segmentos

que declinam o futuro

num impossível encontro.

6 comentários:

Conceição Bernardino disse...

Um livro cheio de emoções e sentimentos escrito de corpo e alma.
Parabéns
Conceição Bernardino

Manuela disse...

Um poema excelente, muito musical, cheio de palavras contornadas.

Gostei muito!

Manuela

Ajota disse...

Parabéns pelo Livro.

Beijo*

Alice disse...

Este livro já conheço bem. Para quando outro? Já está a fazer falta. Continua amiga. Alice

Vanda Paz disse...

Fiquei maravilhada.
Demorou mas aconteceu.
Cheguei de sapatos, mas logo me descalcei e sentei-me a ler a tua maravilhosa escrita.
Parabéns pelo blog

Beijo grande da amiga
´
Vanda (Tália)

Nilson Barcelli disse...

Não me canso de te ler.
Escreves tã bem.
Beijo.