sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Dedicatória- Diferentes Momentos


Dedicatória


Nasceu o sol, nasceu a lua e eu continuo dividida. Amo o sol, amo a lua. O sol dá-me calor, a lua faz-me sonhar.
E penso e repenso se o calor é mais forte, se o sonho é mais belo. E resta-me o consolo de ambos me fazerem sentir que valeu a pena ter existido, porque assim me é permitido amar o sol, amar a lua com a mesma paixão, a mesma razão.

Sou o ser mais especial do universo. Sou a mãe do sol, sou a mãe da lua.
A ti Bruno, a ti Renata




E segredou-me então o universo: - Eu sei que és a mãe do sol, a mãe da lua, por isso te dou uma prenda feita na minha mágica oficina. Queres aceitar?
Quero, respondi pronta e curiosa.
- Aqui está, feita à tua medida, fui aos teus sonos e recreei o teu imaginário,
terno, lutador, amigo, companheiro. Será teu na condição de o cuidares para todo o sempre. Não quebres a magia desta dádiva.
- Não, retorqui com determinação.
E aceitei esta oferta, transportei-a ao meu passado , converti-a no meu presente e quero que seja o meu futuro.
Posso ser a mãe do sol, a mãe da lua, mas este presente que me foi dado pelo universo é o pai do sol é o pai da lua.
A ti Fernando.

2 comentários:

Manuela disse...

Uma dedicatória tão linda, especial, só tua, muito tua. Como te conheço... Assim, simplesmente, tu...

Um beijo ternurento no teu coração*

renata disse...

Estas palavras irao ficar sempre na minha cabeça...como te amo minha mae. =) és o ser mais especial que conheço..