sábado, 3 de novembro de 2007

Solto-me em dança



Solto-me em dança
esta noite.
O lago do meu corpo
espera-te
neste labirinto de desejos.

Trémula,
me entrego a ti
que não tens face…

teu rosto surge
da vigília nocturna.

7 comentários:

Maria disse...

Que bonita esta tua dança, Rosamaria....

Beijinhos

Paulo Afonso disse...

Coreografia gestual, escrita e descrita num gesto nunca igual onde nasce o desejo de ser Mulher…
Beijo para ti Rosinha

Vieira Calado disse...

Um sonho, será?
Beijinhos

Bruxinhachellot disse...

A bela dança dos desejos.

Beijos de muitos sóis e muitas luas.

Manuela Fonseca disse...

Será a bela dança dos desejos?
Seja que dança for, a dança sempre nos vence...

Beijinhos
Nela

Vera disse...

Uma dança solta em que as palavras voam rumo ao rosto coberto pelo manto da escuridão!
Belíssimo poema Rosinha!

Beijinhos

Conceição Bernardino disse...

Um rosto que se espelha, entre o ser e não ser da beleza de quem solta a alma e a perde na dança.
De louvar!
Beijo
conceição